Troca-troca começou antes da janela partidária

Filiação do Dr. Pessoa ao Solidariedade Filiação do Dr. Pessoa ao SolidariedadeFoto: Assessoria

O deputado Estadual Dr. Pessoa deixou o Partido Social Democrata (PSD) e, com as bênçãos de Paulinho da Força, assinou a ficha de filiação e vai presidir o Solidariedade (SD) no Piauí. A filiação aconteceu nesta quarta-feira (21), no gabinete de Pessoa na Assembleia Legislativa, e foi referendada pelo secretário-geral da Executiva Nacional do SD, Luiz Antônio Adriano da silva, o delegado nacional do Solidariedade, Flavio Aurélio Nogueira, do ex-prefeito de Angical, Jorge Lopes, que assume a vice-presidência do SD, e o delegado de Polícia Civil, Menandro Pedro.

O médico José Pessoa Leal é quem vai decidir qual o cargo a ser disputado em 7 de outubro. A maioria dos eleitores dele defende que a candidatura seja a senador, pela certeza de a chance de uma eleição é bem maior. Pessoa já adiantou que a disputa pelo Palácio de Karnak não está descartada.

Outro que mudou de camisa foi o líder da oposição na Assembleia Legislativa, deputado Robert Rios, que deixou o Partido Democrático Trabalhista e ingressou no Democratas.

A filiação aconteceu na tarde de quarta-feira (21), na sede da presidência do DEM, em Brasília. Presentes, o presidente nacional do DEM, prefeito de Salvador ACM Neto; o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, e o líder do DEM na Câmara, o deputado paulista Rodrigo Garcia.

Prestigiaram a filiação os deputados federais do PSB Átila Lira e Rodrigo Martins, deputado estadual Luciano Nunes (PSDB) e o presidente do DEM no Piauí, ex-vereador de Teresina Ronney Lustosa.

Na sexta-feira (23), às10h, na sede do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), no bairro São João, outros dois deputados estaduais trocam de sigla. Lusiê Coelho, deixa o PTB, e Ismar Marques, o PSB. O deputado Themístocles Filho foi o principal articulador da filiação dos dois ao MDB.

Outras mudanças deverão acontecer até 7 de abril, quando se fecha a “janela partidária”, quando os filiados vão poder trocar de lado sem correr riscos, como a parda do mandato por infidelidade.

Comentários

MEIA PALAVRA

Paulo Pincel

Paulo Henrique Oliveira Barros Comunicação Social - Jornalismo - UFPI; Especialização em Marketing e Jornalismo Político - Instituto Camilo Filho.

Sobre o Blog

Política e outros assuntos relevantes, com ética e responsabilidade. Para bom entendedor, MEIA PALAVRA basta!

Apoio: