Pedido de reconsideração da perícia médica do INSS não será mais agendado

Desde o dia 25 deste mês não mais é possível agendar o “Pedido de Reconsideração” de avaliação médico-pericial. O segurado que obtiver decisão contrária em sua perícia médica poderá interpor recurso à Junta de Recurso do Conselho de Recursos do Seguro Social, no prazo de 30 dias. A decisão foi expressa na portaria n° 152 de 2016 do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário.

o segurado deverá ingressar diretamente com o recurso O segurado deverá ingressar diretamente com o recurso Foto: Divulgação

Anteriormente, em decisões contrárias da perícia médica, ao segurado era possível agendar nova avaliação médico pericial para um segundo exame e só posteriormente o agendamento de recurso. Agora, o segurado poderá ingressar diretamente com o recurso

No contexto geral teremos uma diminuição da “fila” e consequente abertura de vagas para novos exames iniciais de perícia médica. As solicitações de pedidos de reconsideração representavam em média 9% do total de perícias. Contudo, em contrapartida, haverá uma maior demanda de agendamento de recursos. Vale salientar que tanto o recurso quanto a perícia médica são procedimentos agendados através dos canais remotos, telefone 135 e ainda internet no endereço: http://www.previdencia.gov.br/ .

Comentários

TOME PREVIDÊNCIA

William Machado

Funcionário público do Instituto Nacional do Seguro Social, INSS, desde 2008, Administração de Empresas na Universidade Federal do Piauí

Sobre o Blog

Blog vai tratar sobre Previdência Social, histórico, estatísticas, atualidades e afins.

Apoio: