ARTIGOS E OPINIÕES

Por Luiz Inácio Lula da Silva

Quem tem com que me pague não me deve nada

Por Edson Santos

Como um cidadão comum, anônimo e sem nome na sociedade, me boto a olhar o que se passa
nesse país, eles acham que não estou vendo nada, mas estou vendo tudo. Eles remendando a
lei em favor de si mesmos e a turma do golpe se agigantando. Eu sempre soube que rico não
se dá com pobre, e nisso o governo anterior errou feio, achavam que faziam parte do clube
dos ricos, hoje está aí, quem podia fazer alguma coisa pelos pobres agora está de fora do
centro das decisões.


O Legislativo Federal anda divorciado da sociedade faz é tempo, e tem políticos antes inimigos
agora se abraçando para não perder a boia. Eu já disse que estou vendo tudo. O que eles
podiam fazer em benefício da sociedade eles não estão fazendo, estão é se beneficiando. As
oportunidades de fazer o bem PARA TODOS estão sendo desperdiçadas: reforma da
previdência, reforma trabalhista e até reforma política.


O Executivo Federal nem se fala, presidente fazendo viagem internacional achando que o povo
do exterior é besta, todo mundo sabendo que vem denuncia após denuncia contra ele: é
propina, obstrução da justiça, formação de quadrilha e o diabo a quatro em cima dele. Fica se
fazendo de doido... lá na minha cidade tem um ditado que diz: “te faz de doido que pau te
acha”. Uma hora a conta dele chega, mais cedo ou mais tarde ele vai pagar pelo que está
fazendo.


Decepção maior para o povão é o Judiciário, eles que foram coniventes com o golpe ficam
fazendo vista grossa para as traquinagens do Presidente e sua patota. O povo que se ilude
achando que o judiciário é um poder neutro, mas não é, temos uma república com três
poderes políticos, sim, o judiciário faz política e politicagem com suas decisões, e o “não tomar
decisão” ou decidir tardiamente também é uma jogada política, atende aos interesses dos
grandes que são poucos. Todo mundo sabia que Eduardo Cunha era bandido, mas só foi levado
preso depois do golpe, pois o judiciário sabia que ele era importante para afastar a presidenta
eleita, teve até gente de cara pintada fazendo coreografia dizendo “somos milhões de
Cunhas”, Deus me livre, eu mesmo não sou. Fico lembrando de quando Lula foi impedido de
ser Ministro porque era investigado, hoje pra ser Ministro do Temer tem que ser investigado.
Hoje está assim, país tem presidente e sua cambada gravada, filmada, delatada, tudo com
prova e nada acontece.


O que dizer da grande mídia brasileira, “o quarto” poder? Lá fora as demais emissoras e
principais jornais do mundo denunciando o que estava e está se passando, mas aqui, aqui eles
deram cobertura de helicóptero para as manifestações contra o antigo governo eleito pelo
povo, hoje existem manifestações, mas os insurretos são chamados de vândalos, enquadrados
como bandidos. Os Jornais Nacionais diziam na época do governo anterior que a culpa da crise
era da má gestão, hoje de repente a culpa é do cenário internacional. Mostram pedacinhos
controlados do grande escândalo que já sabemos, sempre se soube. Todos foram e são
coniventes com o sofrimento que hoje o povo passa.


... fico só olhando desconfiado para o meu titulo de eleitor, eles acham que eu devo a eles,
mas quem tem com que me paga não me deve nada, faz dias que eu visito as casas dos meus
familiares e amigos denunciando esse povo do andar de cima, se eles acham que vão continuar
para o ano estão muito enganados, não vão não. Quem vota projeto contra o povo do povo
não precisa. Se esta lá em cima votando contra o povo para lá não voltará. É esse o recado que
eu tenho para eles, e daqui até as eleições eu tenho é gente para visitar.

Edson Santos é Gestor em Recursos Humanos,

Gestor Educacional, Professor de Historia,

Diretor Geral do Instituto Gestão de Pessoas .

Comentários

ARTIGOS E OPINIÕES

Luiz Inácio Lula da Silva

Os autores que escrevem neste espaço são leitores, internautas, especialistas, escritores, profissionais liberais e outros cidadão e cidadãs que gostam de escrever e opinar assinando embaixo.

Sobre o Blog

Este blog é um espaço livre e democrático para quem deseja expressar opinião sobre os mais variados assuntos e assume a responsabilidade por aquilo que defende.

Apoio: