ARQUITETURA DESCOMPLICADA

Por Luiza Carvalho

Pequenas Varandas: otimizando o espaço

Aprenda a decorar pequenas varandas Aprenda a decorar pequenas varandasFoto: Reprodução

O que esperar de apartamentos cada vez menores senão varandas cada vez mais compactas? Porém mini varanda não é sinônimo de espaço sem utilidade, leia mais e descubra como otimizar o espaço de sua varandinha.

varanda

Para quem mora em apartamento a varanda é o cômodo mais próximo de uma área externa privativa que ele terá, mas infelizmente as dimensões reduzidas dificultam na hora de transformar esse ambiente em um local funcional e bonito. A maioria das pessoas precisam da consultoria de um profissional de arquitetura, isso porque o primeiro passo para a alterar o ambiente é reestudar o layout.

O layout é a disposição dos móveis em um ambiente, o seu estudo envolve também uma análise de fluxo e circulação, além dos móveis necessários, medidas específicas e funções que o local deve acomodar. Mas calma! O Arquitetura Descomplicada vai te dar algumas dicas que pode ajudar, especialmente se sua mini varanda não precisa ser multifuncional.

varanda

Varandas pequenas podem ser extremamente bem aproveitadas para abrigar duas funções: ser um espaço de refúgio pessoal e um jardim privado do apê. Elas podem andar juntas ou separadas, quem vai definir isso é o morador.

Quando você for transformar a sua, o primeiro elemento a se pensar é o piso. Geralmente as varandas vêm com pisos impermeáveis e frios, como os azulejos, para deixá-las com um ar mais convidativo a aplicação de pisos com materiais mais quentes é recomendada, o uso de madeiras, fibras naturais e pedras é bem-vindo, se sua intenção for criar uma floresta urbana que tal utilizar a grama sintética? Hoje em dia, a tecnologia permitiu a fabricação algumas que se assemelham de forma espantosa às gramas naturais, o acabamento e a qualidade do material são extremamente importantes aqui, melhor não ter um piso gramado do que ter um piso com grama artificial que seja dura e visivelmente falsa, isso compromete o visual final de todo o projeto.

varanda varanda varanda

O segundo aspecto a ser observado são os móveis. Não se iluda! Ambientes pequenos pedem móveis compactos, não adianta comprar mobília grande para sua varandinha, ele pode até caber no espaço, mas, com certeza, vai comprometer a circulação e tornar o lugar menos funcional. Se você tem dificuldades de compatibilizar as peças com o tamanho dos seus ambientes o ideal será chamar um profissional da área para dar pelo menos uma consultoria, assim você não vai cair nesse erro comum.

Antes de comprar qualquer móvel é necessário ter duas coisas em mãos: um layout definido e todas as medidas anotadas, isso vai evitar que você perca espaço e compre em excesso. Para as varandas que são estreitas, porém longas no comprimento, vale a dica de comprar mobílias longilíneas, que acompanhem a maior dimensão da varanda, mesas e bancos são excelentes opções para seguir a dica, isso ajuda a alongar ainda mais o espaço dando ideia de ser maior. Porém se a sua é pequena tanto em comprimento quanto em largura vale a pena investir em um ou dois móveis que sejam confortáveis e que se encaixem exatamente nas medidas do seu ambiente. Ao posicioná-los prefira os cantos e extremidades da varanda, ao deixar região central mais livre, você alivia a sensação de sufocamento que se tem em ambientes muito pequenos.

varanda varanda varanda varanda varanda

Use e abuse dos dobráveis! As indústrias fabricantes de móveis perceberam a necessidade de deixar a mobília mais compacta, por isso é comum achar no mercado opções de mesas e bancos que dobram sobre si mesmos, eles são excelentes para os pequenos espaços, pois é possível liberar a área ocupado pelo móvel apenas dobrando-o e guardando-o.

varanda varanda

Não há dúvidas que o melhor espaço para cultivar plantas em apartamentos é na varanda, e é possível ter um lindo jardim mesmo se o espaço for pequeno. O segredo é verticalizar, não é necessário fazer um jardim vertical extremamente elaborado, é possível aproveitar um suporte de madeira para colocar vários jarros na parede ou você pode se valer de suportes próprios para suspender plantas. Se sua varanda é curva então provavelmente ela terá cantos muito finos, uma solução para esse espaço aparentemente sem utilidade é aproveitá-lo para colocar alguns vasos no chão, alterne as espécies e as alturas das plantas para dar um charme a mais na sua floresta urbana.

varanda
varanda varanda varanda varanda varanda varanda varanda

E então? Prontos para renovar sua mini varanda? Se você tiver mais dúvidas sobre o assunto, deixe seu comentário aqui.

Comentários

ARQUITETURA DESCOMPLICADA

Luiza Carvalho

Luiza Carvalho é arquiteta urbanista formada pela Universidade Federal do Piauí, pós graduanda em Design de Interiores e Ambientação pelo IPOG

Sobre o Blog

Nesta coluna você vai descobrir várias maneiras de otimizar o espaço, seja na sua residência ou no seu ambiente de trabalho, além de conhecer como a arquitetura é capaz de influenciar no dia a dia. Dicas e ideias de como economizar em obras, e como alcançar aquela casa dos sonhos. Aqui você tira dúvidas e descobre um universo totalmente novo, aqui você encontra arquitetura descomplicada.

Apoio: