Ministro da Integração avalia estrago das enchentes no Piauí

Ministro Pádua Andrade, da Integração Nacional Ministro Pádua Andrade, da Integração NacionalFoto: Reprodução

O governador do Piauí, Wellington Dias, e o ministro da Integração Nacional, Pádua Andrade, que é filho de Campo Maior [é primo do ex-deputado Antonio Félix], vão visitar José de Freitas, na manhã de domingo (8) para uma inspeção, às 10h, na Barragem do Bezerro, que há uma semana apresentou uma rachadura na parede do reservatório e ameaçava romper. Além de visitar a barragem, governador e ministro vão às áreas alagadas em José de Freitas e Campo Maior, no Norte do estado.

Segundo dados da Secretaria de Estado da Defesa Civil, já são 11 cidades em situação de emergência. O Piauí tem 15 mil pessoas vivendo em áreas de risco de inundações e em 16 municípios a situação é mais grave, com casas e outros imóveis atingidos pelas águas e dezenas de famílias desabrigadas em José de Freitas, Cabeceiras, Barras, Lagoa Alegre, Batalha, Esperantina, Campo Maior, São José do Divino, Joca Marques, Miguel Alves, Luzilândia, Madeiro, Pimenteiras, Matias Olímpio, União e Teresina.

Nesta sexta-feira (13) já são 12 municípios em situação de emergência: José de Freitas, Miguel Alves, Cabeceiras, Barras, Batalha, Lagoa Alegre, Esperantina, Campo Maior, São José do Divino, Luzilândia, Joca Marques e Teresina.

Na capital, o prefeito Firmino Filho decretou emergência por 90 dias, em virtude da cheia dos rios Poti e Parnaíba e do alagamento em vários pontos da cidade.

Comentários