MDB defende Teresa Britto no comando da Comissão de Saúde

Themístocles Filho com Teresa Britto Themístocles Filho com Teresa BrittoFoto: Assessoria

O líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Francisco Limma, ouviu do presidente Themístocles Filho e do deputado Henrique Pires, ambos do MDB, o apelo para que a deputada Teresa Britto (PV), vice-líder da oposição, presida a Comissão de Saúde, Educação e Cultura. A comissão é uma das responsáveis pela fiscalização das proposições relacionadas aos maiores orçamentos do Executivo: a Educação e a Saúde.

O interesse da oposição em comandar a Comissão de Saúde é tanto que, na volta do recesso no começo de fevereiro, a deputada verde prometeu recorrer à Justiça para ser presidente. Alegando que os governistas estavam ocupando as principais comissões técnicas no parlamento estadual.

O argumento do presidente Themístocles de que a indicação de Teresa Britto daria uma maior "leveza" aos trabalhos da Comissão de Saúde, parece não ter convencido o líder governista, que sorriu amarelo, antes de deixar o plenário.

Os pronunciamentos diários da deputada, com críticas e denúncias contra a administração estadual, comprovam o que todos deputados da base têm certeza: a oposição, apesar de pequena, com quatro deputados - Teresa Britto, Gustavo Neiva (PSB e líder da oposição), Marden Menezes (PSDB) e Evaldo Gomes (agora no Solidariedade) não dará trégua a Wellington Dias.

A composição das comissões técnicas deve ser concluída na próxima semana, promessa de Themístocles. Até lá, segue a dúvida sobre quem vai presidir a comissão, tão desejada por Teresa Britto.

Comentários

MEIA PALAVRA

Paulo Pincel

Paulo Barros é formado em Comunicação Social-Jornalismo/UFPI; com Especialização em Marketing e Jornalismo Político/Instituto Camilo Filho

Sobre o Blog

Política e outros temas relevantes, com ética e responsabilidade. Para bom entendedor, MEIA PALAVRA basta!

Apoio: