BLOG DO DEUSVAL

Por Deusval Lacerda

Farsa contra Lula

Por Deusval Lacerda de Moraes

Todo brasileiro minimamente informado sabe da maquinação processual, condenatória e prisional executada orquestradamente contra o ex-presidente Lula.

A violação principesca legal na referida ação penal é tão infundada e inquisitiva que se a suspeita do Lula fosse nos Estados Unidos o processo seria arquivado por falta de provas.

E se fosse na Alemanha não resistiria ao inquérito policial para deixar o Lula em paz.

Pois sabe-se que a condenação do Lula pelo juiz Sérgio Moro faltou o lócus indissociável para embasar a sentença em qualquer direito criminal de uma sociedade civilizada: as provas.

Daí o julgador informar que na ausências das provas, utilizou-se das convicções. Melhor dizendo: útilizou-se da própria vontade.

Assim, convicção nunca substituirá prova no Direito propriamente dito, por saber-se que o direito criminal ser feito inexoravelmente de provas. É como dizia o filósofo alemão Nietzsche: "As convicções são as inimigas mais perigosas da verdade do que as mentiras". No julgamento do Moro contra o Lula faltou o conhecimento da cadeira Filosofia do Direito.

Comentários