Fábio Xavier defende Lula e reafirma apoio a Wellington

Deputado estadual Fábio Xavier (PR) Deputado estadual Fábio Xavier (PR)Foto: Caio Bruno/Alepi

O deputado estadual Fábio Xavier, presidente do Partido da República no Piauí, defende o nome do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho (MDB) como candidato a vice-governador na chapa encabeçada pelo governador Wellington Dias (PT). Xavier também definiu que o deputado estadual Dr. Hélio Oliveira será o interlocutor do PR nas negociações para composição da chapa proporcional da aliança governista para disputa de mandatos na Assembleia Legislativa. E que o deputado federal Fábio Abreu vai negociar com a base a definição das candidaturas à Câmara dos Deputados em 7 de outubro próximo.

Entrevistado pelos jornalistas Elivaldo Barbosa e Joelson Giordani (TV Cidade Verde), o presidente do PR também declarou voto ao ex-presidente Lula. “Acho que foi um trabalho todo feito para comprometer a imagem de Lula. Mesmo assim, com 24 horas de exposição negativa na mídia, o nome do presidente Lula permanece com um terço da preferência do povo brasileiro. Então isso significa o reconhecimento ao trabalho que o PT e o presidente Lula, a presidente Dilma e todos que fazem parte do Partido fizeram, eu reconheço isso. Eu nasci e fui criado para odiar o PT. Eu fui criado pra isso. Eu nasci num berço onde os partidos dos quais fizemos parte desde o início eram os partidos aliados com a direita brasileira, com meu pai deputado Xavier Neto. Quando foi para a gente voltar no Lula em 2000 eu quase choro, pedindo a ele [Xavier Neto] que não acontecesse isso, que eu não queria me aliar ao PT. Eu só vim aprender o que era o PT depois que eu convivi com o partido, que via a transformação social que o Partido dos Trabalhadores trouxe para o Brasil. Eu acompanho de perto. Eu fui criado em um município, no meu amado município de Regeneração, onde eu via o popular tenho que ir na casa da liderança pedir um prato de feijão e um litro de farinha para comer porque não tinha nada. Depois dos programas sociais que o PT implementou, a gente vê uma transformação social. Isso é visível, não tem o que discutir”.

Fábio Xavier acrescentou que a justiça brasileira deve dar a oportunidade do povo de decidir quem ele quer na Presidência da República. “Depois que vi como o PT trabalhou, como PT trabalhava, aprendi a admirar, a gostar e a defender sob qualquer hipótese. Que a gente dê a oportunidade do povo brasileiro escolher quem ele quer ver presidente. Então eu não trabalho com segundo plano. O meu candidato a presidente do partido da república e depois que o compõem, é o presidente Lula. Eu estou esperando que a justiça brasileira dê a oportunidade do povo brasileiro decidir quem ele quer que o governe”, defendeu o deputado.

Sobre as eleições proporcionais, Fabio Xavier adiantou que quem vai falar em nome do Partido da República para coligação proporcional para deputado estadual chama-se deputado Dr. Hélio. “Isso já está acertado, ele vai acompanhar e isso, ele será o interlocutor junto aos partidos. O alinhamento que nós tomaremos será o alinhamento com o bloco governista. Eu assumo o ônus e o bônus. Estamos no governo e nós marcharemos alinhados com o governo. O PT, como outros partidos, como o PP, PRP, PDT, PCdoB, estão conversando. Na minha visão vão existir mais de três chapas. O PR está preparado para disputar em qualquer cenário. Tanto alinhado quanto numa chapa própria. Isso foi discutido dentro do partido, mas quem vai conduzir essas negociações é o deputado Dr. Hélio e eu vou ajudar naquilo que puder. Quem trata de deputado federal é o Fábio Abreu, que será o nosso candidato”.

Em relação à chapa majoritária, Fabio Xavier entende que essa situação deve ser definida pelo governador Wellington Dias. “Ele é o maior interessado. Eu posso dar você a minha opinião. No momento eu entendo que para que a gente tem alguma tranquilidade maior, eu inclusive já disse que tenho uma preferência em função do que representa o homem público o Themístocles [Filho, presidente da Assembleia Legislativa] tem a preferência. Caso a opinião do PR venha a ser levada em conta, que ele deva ser o candidato a vice, porque vejo que é um homem experiente, que vai ajudar o governador, que precisa de toda ajuda possível, já estamos atravessando um momento difícil no nosso país. A gente precisa de pessoas inteligentes como ele, que pode ajudar o governador a conduzir Piauí. Com relação à chapa majoritária que são os senadores, já declarei isso há 3 anos. Eu ajudarei na eleição senador Ciro Nogueira. O senador é importante para o Piauí e eu tenho muito orgulho de dizer que sou um homem que admiro muito seu trabalho. Tenho visto toda a determinação com que ele tem de trazer recursos para o nosso estado. O PP é um partido importante na base do governo, alinhado com o governador, que não traz problemas para ele. Nunca viu o PP trazendo problema para o governador, muito pelo contrário, ele sempre traz soluções, ele sempre está perto, ajudando e apoiando a administração do governador, que a gente sabe que tem atravessado por muitas dificuldades, mas com toda tranquilidade e serenidade do governador, nós temos conseguido avançar na melhoria da qualidade de vida do povo", concluiu.

Comentários

MEIA PALAVRA

Paulo Pincel

Paulo Henrique Oliveira Barros Comunicação Social - Jornalismo - UFPI; Especialização em Marketing e Jornalismo Político - Instituto Camilo Filho.

Sobre o Blog

Política e outros assuntos relevantes, com ética e responsabilidade. Para bom entendedor, MEIA PALAVRA basta!

Apoio: