FISIOTERAPIA PARA TODOS

Por Felipe Ricardo

Conheça a hérnia de Disco

Foto FotoFoto: Reprodução

A hérnia de disco é uma lesão que incide com mais frequência na região lombar. A localização mais comum da hérnia de disco lombar é no disco que fica entre a quarta e quinta vértebra lombar (L4/L5) e no disco que fica entre a quinta vértebra e o sacro (L5/S1).

A coluna é a principal estrutura do nosso corpo, ela é o núcleo de equilíbrio do sistema musculoesquelético do ser humano. Não é à toa que muitas lesões da coluna vertebral são atribuídas ao desequilíbrio e desalinhamento desta estrutura.

CONHEÇA A HÉRNIA DE DISCO

A hérnia de disco acontece quando parte de um disco intervertebral sai de sua posição normal e comprime as raízes nervosas que se ramificam a partir da medula espinhal e que emergem da coluna espinhal. Esse problema é mais comum nas regiões lombar e cervical, por serem áreas mais expostas ao movimento e que suportam mais carga.

A hérnia de disco é uma frequente desordem músculo esquelética responsável pela lombociatalgia. Os problemas provenientes dessa afecção têm sido os motivos mais frequentes de dispensa do trabalho por incapacidade. É uma doença crônico-degenerativa, caso você queira saber mais doenças que fazem parte desse grupo clique neste link .

Esse processo incide mais frequentemente em pacientes entre 30 e 50 anos, ainda que possa também ser achado em adolescentes e pessoas idosas e mais raramente em crianças.

Estima-se que 2 a 3 % da população sejam acometidos desse processo, cuja prevalência é de 4,8% em homens e 2,5% em mulheres, acima de 35 anos. Por ser tão comum, chega a ser considerada um problema de saúde mundial, em decorrência de incapacidade que gera.

CAUSAS DA HÉRNIA DE DISCO

O comportamento sedentário da maior parte da população tem colaborado bastante para o agravamento dessa patologia, além de outros hábitos inadequados do dia-a-dia, como a postura errada, obesidade, quedas.

Um número de fatores de risco ambiental tem sido sugerido, tais como hábitos de carregar peso, dirigir e fumar, além do processo natural de envelhecimento e os fatores hereditários.

Entre fatores ocupacionais associados a um risco aumentado de dor lombar estão:

  • Trabalho físico pesado;
  • Postura de trabalho estática;
  • Inclinar e girar o tronco frequentemente;
  • Levantar, empurrar e puxar;
  • Trabalho repetitivo;
  • Vibrações;
  • Psicológicos e psicossociais.

SINTOMAS DA HÉRNIA DE DISCO

O quadro clínico característico de uma hérnia discal inclui lombalgia inicial, que pode evoluir para lombociatalgia, geralmente, após uma semana, e, por fim, persistir como ciática pura. A dor inicial pode localizar-se em região específica, mas ainda pode ser vaga e difusa, leve e imprecisa.

Posteriormente, pode surgir uma dor intensa nas costas fortemente incapacitante, associada a espasmo muscular e agravada por qualquer tipo de movimento ou quando há compressão nervosa, a dor pode irradiar para a região correspondente ao nervo que foi atingido, a perna na região lombar e o braço na região cervical.

Outros sintomas que podem estar associados à dor são formigamento, dormência, anestesia e fraqueza muscular, principalmente para movimentar o pé nos casos das hérnias lombares, e para movimentar o braço ou mãos nas hérnias cervicais.

TRATAMENTO PARA HÉRNIA DE DISCO

A grande maioria dos casos responde bem ao tratamento fisioterápico, sem a necessidade de procedimentos cirúrgicos. A fisioterapia direcionada à coluna evoluiu muito nos últimos anos. Além disso, os fisioterapeutas mostrarão posições e exercícios para minimizar as dores causadas pela hérnia de disco. Para mais de 80% dos pacientes, o tratamento fisioterápico será suficiente, dentro de quatro a seis semanas.

Tratamento Fisioterapêutico

Objetivos

  • Alívio da dor;
  • Aumento da capacidade funcional;
  • Retardamento da progressão da doença;
  • Reduzir espasmos;
  • Reduzir parestesias e contraturas articulares;

RECURSOS FISIOTERAPÊUTICOS

Os recursos fisioterapêuticos mais utilizados incluem a crioterapia, o TENS que tem efeito analgésico e reduzindo espasmos, ultrassom terapêutico que gera o aumento do fluxo sanguíneo, tração manual e terapia manual. Caso você tenha interesse em conhecer mais sobre o que é a Fisioterapia, CLIQUE AQUI !

O método Mckenzie tem como finalidade o realinhamento do núcleo pulposo e das estruturas em desordens, com exercícios especiais de tronco, a força e o movimento funcional serão restaurados.

A pompage é uma técnica que promove lentamente o alongamento das estruturas minimizando a tensão muscular e aliviando a dor, com objetivo de evitar as retrações musculares e a promoção de relaxamentos.

A Reeducação Postural Global (RPG) usa tanto manobras como a manutenção de determinadas posturas que conduzem ao reequilíbrio das cadeias musculares.

A acupuntura tem proporcionado bons resultados, uma vez que seu efeito parece estar relacionado à liberação de vários neurotransmissores que, por sua vez inibem ou excitam as sinapses, proporcionando significante melhora dos sintomas apresentados em curto espaço de tempo, principalmente no alívio da dor.

O ultrassom, que por sua vez, além de promover calor secundariamente, reduz e elimina o quadro inflamatório. O uso do calor profundo é contraindicado em pacientes com tumores, implantes metálicos e marca-passos, assim como, em gestantes.

O uso de TENS é frequentemente indicado para promover o alívio da dor aguda. O tratamento pelo meio de correntes apresenta um forte efeito analgésico, podendo ser associada ao uso de medicamentos, potencializando esse efeito.

Depois de ler este conteúdo, você já está mais informado sobre a hérnia de disco, certo? Ainda tem dúvidas sobre o assunto ou quer acrescentar alguma coisa? Então, conte para a gente nos comentários!

Felipe Ricardo - CREFITO 14/235419-F

Representante titular do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 14ª Região, CREFITO-14 no Núcleo de Apoio Técnico ao Magistrado-NATEM .

Representante titular do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 14ª Região, CREFITO-14 no Conselho Estadual de Saúde do Piauí CES/PI .

Fonte: http://www.frfisioterapia.com/

Comentários

FISIOTERAPIA PARA TODOS

Felipe Ricardo

Felipe Ricardo é Representante titular do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 14ª Região, CREFITO-14 no Núcleo de Apoio Técnico ao Magistrado-NATEM.

Sobre o Blog

Ao conhecer o Blog Fisioterapia para todos, você encontrará temas sobre as diversas áreas de atuação da Fisioterapia. A missão do blog é oferecer diariamente informação atualizada e conteúdo de qualidade sobre saúde. O Blog Fisioterapia para todos foi desenvolvido para ser uma ferramenta de informação que promova a saúde, bem-estar e qualidade de vida dos seus leitores.

Apoio: