BLOG DO DEUSVAL

Por Deusval Lacerda

Condenação dos condenadores

Por Deusval Lacerda de Moraes

A condenação criminal com a consequente punição da privação da liberdade é o fim do mundo para qualquer pessoa humana que eventualmente se encontre nessa terrível situação.

Não tem carga ético-moral para quem pode até ser condenado criminalmente com a também privação da liberdade em processo penal esdrúxulo que não ficou em nenhuma fase procedimental comprovada a culpa do agente que por vezes até injustificadamente recebeu a dramática punição.

É o caso típico da condenação do ex-presidente Lula que o Brasil e o Mundo acompanharam a pressa, o interesse desbragado, a necessidade, enfim, as mil e uma artimanhas e armadilhas para solapá-lo do processo eleitoral das eleições de 2018.

Por isso que a sua reputação, idoneidade, prestígio e respaldo eleitoral perante a maioria do povo brasileiro de maneira alguma foi alterada com a extravagante penalização. Na verdade, o que se observa é uma manifesta condenação dos condenadores.

Se pensaram diferente os responsáveis pela maldade ao maior líder popular do Brasil, enganaram-se redondamente, pois perseguição não faz a sociedade se afastar da vítima, pelo contrário, haverá, mesmo, uma maior aproximação de solidariedade e sentimentos.

Assim, nada mais gratificante do que o apoio que os brasileiros estão depositando ao ex-presidente Lula neste momento tão angustiante para ele e os seus seguidores políticos, mas ao mesmo tempo o alívio de que o erro não está com ele, e, sim, com os seus verdugos. Mostra também que o Brasil precisa retornar urgentemente à sua normalidade ao Estado Democrático de Direito para que aberração punitiva dessa natureza não mais aconteça.

Comentários