BLOG DO DEUSVAL

Por Deusval Lacerda

Brasil: golpe baixo

Por Deusval Lacerda de Moraes

Peço perdão aos incautos, mas só cérebro de pintassilgo pode achar que qualquer coisa oriunda do golpe, ardil, trama, infausto, burla, engano, e tudo mais que o valha, pode ser saída plausível, construtiva, duradoura e que traz benefício para toda a sociedade.

Sinceramente, só ingênuo pode acreditar nisso. E exatamente por isso que o golpe parlamentar-constitucional-judicial de 31 de agosto de 2016 no Brasil tinha endereço certo: satisfazer a saciedade descomunal da elite, direita, extrema-direita, patronato midiático e capitalismo selvagem nacional e internacional.

Pacificada a afirmativa acima, muitos perderam com o golpe e até agora o Brasil não conseguiu se desvencilhar do caos instaurado. O senador Tasso se precipita mais uma vez quando diz que todos perderam com o inconstitucional, ilícito e iníquo impeachment presidencial.

Temer e sua corriola ganharam muito com o governo espúrio, pois tiratam proveito à bessa. Banqueiros e financistas pátrios e estrangeiros continuam ganhando com o golpe, já que seus representantes persistem no comando da economia do País.

Só quem perdeu foi o povo brasileiro, o Estado Democrático de Direito e a democracia propriamente dita. Some-se a isso o maior perseguido da História do Brasil, o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, que perdeu a presidência da República, a liberdade e três membros queridíssimos da família.

Mas os golpistas sabiam disso, já que foi estratagema arquitetado, premeditado e planejado, pois para eles valiam os fins e não os meios, independentemente do que acontecesse com o Brasil e seus 210 milhões de habitantes.

No desfiladeiro que o País está despencando, agora aparecem algumas marias arrependidas, mas Inês é morta. E vai demandar tempo, inspiração e transpiração para o Brasil sair da enrascada que grande parte da sua classe dirigente, incapaz de mostrar as soluções perspicazes para os seus problemas, só pensou no próprio umbigo, mesmo à custa de muita gente e futuro da Nação.

Assim, deveria ficar ao menos o péssimo exemplo a ser seguido, mas nem isso, pelo fato da elite, direita, extrema-direita, patronato midiático e capitalismo selvagem quererem governo só para eles e não para a governação do Brasil, e por isso tantas vezes sejam necessárias eles darão o bote em proveito próprio e ponto final.

Comentários