Academia Campo-maiorense de Artes e Letras realiza mais um "Café com poesia"

Cleiton Sousa fala sobre suas obras

Com om o objetivo de aproximar a comunidade ao mundo acadêmico, a Academia Campo-maiorense de Artes e Letras - ACALE, realiza todos os meses um ncontro entitulado de "Café com poesia". Nesses encontros que reúnem acadêmicos, professores, estudantes e intelectuais de vários segmentos do conhecimento, são debatidos temas relacionados ao universo cultural de Campo Maior.

Na noite dessa quarta-feira, 23 de maio, com organização da escritora e poetisa Ana Maria Cunha, o tema principal da da roda de conversa foi a apresentação do trabalho do artista plástico Cleiton Sousa, radicado na cidade há cinco anos e a necessidade de ações efetivas para a preservação do patrimônio arquitetônico do Centro histórico da "terra dos carnaubais".

Referindo-se ao artista plástico Gilson Sousa, a acadêmica Avelina Rosa disser ser importante a realização desses eventos para a divulgação de tantos talentos campo-maiorense. "O Cleiton já tem muitos trabalhos espalhados nas residências de Campo Maior que gostam de arte e é preciso que mais pessoas conheçam seu trabalho. Além de telas e painéis com as mais variadas técnicas, ele tem um talento enorme para peças de decoração", apresentou a poetisa.

Alternando com poesia, a música foi comandada pelos compositores e músicos Corinto Brasil, membro da academia, é Julião Fênix, que vem se destacando com a composição de letras de músicas para cantores como Batista Lima, Alcione, dentre outros.

O próximo "Café com poesia" está marcado para o dia 20 de junho, cujo convidado é o agitador cultural e social Marcos Roberto, que fará a apresentação do II Amorearte", evento que a Secretaria de Assistência Social de Campo Maior vem realizando como forma de divulgar e valorizar o artesanato da região do Território dos Carnaubais.

Comentários