CONCISO

Por Joaquim Lourenço

A política e suas consequências

Congresso Nacional do Brasil Congresso Nacional do BrasilFoto: Reprodução

Tenho pouca idade para afirmar com veemência mas, fundamentado nos livros de história, acredito que estamos vivendo o pior momento na política do país. Não bastasse a pesquisa divulgando que o brasileiro ficou com mais vergonha, os noticiários e nosso cotidiano laboral nos mostram essa assertiva.

Peguemos o significado de política, segundo o site Significados vem a ser “a ciência da governança de um Estado ou Nação e também uma arte de negociação para compatibilizar interesses. O termo tem origem no grego politiká, uma derivação de polis que designa aquilo que é público. O significado de política é muito abrangente e está, em geral, relacionado com aquilo que diz respeito ao espaço público”.

Isto é, tudo aquilo que fazemos em nossa cidade e está relacionado de certa forma aos nossos interesses é política. E quando temos a visão mais abrangente sobre política tendemos a fazer a chamada “boa política”, com nossos atos voltados não apenas à vontade individual mas ao bem da coletividade.

Quando se vive numa democracia a escolha popular por seus representantes dá-se pelo voto direto. Esses, denominados políticos, em virtude de fazerem (em tese) o trabalho de levar para – não só os que lhe elegeram – todos os bons resultados advindos da boa política exercida.

Por isso reafirmo vivermos o pior momento da política. A começar pelo mesquinho presidente da República. Esse sujeito levará eternamente a pecha de golpista e jáconsiderado para muitos como o pior mandatário a liderar a nação. Sua política é voltada a interesses mesquinhos e nada republicanos, os números mostram como o país está afundando diante de seu comando e suas reformas propostas tendem a piorar ainda mais a situação.

A Câmara dos Deputados é comandada por um cidadão sem pulso firme, com ideias fracas e sequer sabe ao menos a importância do direito dos trabalhadores. Sem falar sua fama de ser marionete do bandido a quem sucedeu. Sem falar nas bancadas lá existente, assistir a qualquer sessão por lá é a garantia de uma minoria poderosa é que vem a ser representada.

O Senado está mais uma casa de Gangster. Irei abster-me de comentar sobre Aécio Neves por motivos óbvios, mas ver um debate de sujeitos da estirpe de Renan Calheiros e Romero Jucá (ambos do PMDB) falando de acordo e para melhorar a vida dos brasileiros, é de causar náuseas até para os mais incautos.

Mas o pior da política vem mesmo do Poder que não deveria agir dessa forma. O judiciário tem o dever de garantir as leis e assegurar os direitos de todos independente da situação. Quando um ministro do STF age de forma que não seja defender a Constituição, essa justiça entra em descrédito; quando esse ministro possui ligações fortes com grupos políticos, tende a criminalizar o judiciário. Saber que Aécio Neves e Rocha Loures foram liberados mesmo diante de provas cabais, revolta é o menor dos sentimentos.

Antes fosse apenas vergonha as consequências dos atos políticos porque, infelizmente, eles nos prejudicam bem. E, atualmente, mais ainda.

Comentários